top of page

Desafios e superações: o protagonismo feminino no agronegócio



No Dia Internacional da Mulher, é importante destacar o protagonismo feminino no agronegócio. As mulheres têm desempenhado um papel fundamental na produção de alimentos, tanto na agricultura quanto na pecuária e na agroindústria. Muitas delas são donas de pequenas propriedades rurais e são responsáveis por garantir o sustento de suas famílias e de suas comunidades.


No entanto, ainda há muitos desafios a serem enfrentados pelas mulheres no campo. Elas enfrentam dificuldades para obter financiamento e acesso a tecnologias modernas, além de sofrerem com a falta de reconhecimento e valorização de suas habilidades e competências. Além disso, muitas mulheres sofrem com a violência e a discriminação de gênero, o que torna ainda mais difícil o seu trabalho no campo.


Apesar desses desafios, as mulheres do agronegócio têm demonstrado uma grande capacidade de superação e de adaptação às mudanças do mercado. Elas têm investido em capacitação e em novas tecnologias, buscando sempre aprimorar seus conhecimentos e habilidades. Além disso, as mulheres têm mostrado uma grande preocupação com a sustentabilidade e com a preservação do meio ambiente, contribuindo para uma produção de alimentos mais saudável e responsável.


Neste Dia Internacional da Mulher, devemos reconhecer e valorizar o papel das mulheres no agronegócio, bem como trabalhar para superar os desafios que elas enfrentam no setor. Precisamos garantir que as mulheres tenham acesso a recursos e a oportunidades de desenvolvimento, bem como promover políticas de inclusão e equidade de gênero no campo. Só assim poderemos construir um futuro mais justo e sustentável para todas as mulheres que trabalham no agronegócio.


Pioneirismo Feminino


Rachel Carson (1907-1964)

Uma das primeiras mulheres do século XX a se destacar nas questões ambientais relacionadas ao agronegócio foi Rachel Carson. Bióloga, escritora e ambientalista americana, se tornou conhecida por seu livro "Primavera Silenciosa", publicado em 1962. O livro aborda a devastação causada pelo uso indiscriminado de pesticidas e outras substâncias químicas na agricultura e na indústria, e a alerta para os impactos negativos dessas práticas sobre a saúde humana e o meio ambiente. Sua obra foi um marco na história da conscientização ambiental e inspirou a criação de movimentos e organizações em defesa do meio ambiente em todo o mundo.


Livro Primavera Silenciosa

A importância do trabalho de Rachel Carson está em seu pioneirismo na denúncia dos impactos negativos do uso de pesticidas e outras substâncias químicas na agricultura. Graças à sua obra, muitos países criaram regulamentações mais rigorosas para o uso de agrotóxicos e outras substâncias químicas, visando a proteção da saúde humana e do meio ambiente. Além disso, a obra de Rachel Carson inspirou a criação de uma nova consciência ambiental, que busca a preservação da natureza e a sustentabilidade dos recursos naturais, em contraposição ao modelo de desenvolvimento baseado na exploração intensiva dos recursos naturais e na degradação do meio ambiente.

0 comentário

Comments


bottom of page