top of page

O Manejo Biológico no Brasil



O manejo biológico é uma técnica agrícola que enfatiza o uso de processos e organismos naturais para manter e melhorar a saúde do solo, aumentar o rendimento das culturas e reduzir a necessidade de fertilizantes e pesticidas sintéticos. No Brasil, a adoção de práticas de manejo biológico vem aumentando entre os produtores rurais por vários motivos.


Em primeiro momento, para os agricultores, um dos motivos foi a necessidade de procurar novas alternativas que ajudassem a reduzir os custos da produção em suas lavouras. Além disso, a limitação do uso dos principais defensivos químicos para o controle de pragas e a falta de novos produtos no mercado, fizeram com que os produtores rurais inovassem em seu manejo, através das ferramentas biológicas.


Um dos principais aspectos dessa nova agricultura para os produtores foi olhar para o solo como algo vivo e que, como tal, precisa de “alimento”. Os bioinsumos contribuem para o aumento da matéria orgânica e da atividade microbiana no solo, melhorando a sua estrutura. Por conta disso, há melhor retenção de água e melhor ciclagem de nutrientes, ambos essenciais para o crescimento das plantas. Estes processos ajudam a reduzir o estresse causado por fatores ambientais, como seca, altas temperaturas e salinidade do solo. Isso resulta em maiores rendimentos das culturas e melhor qualidade das mesmas.


O produtor rural, ao buscar vida no solo, acabou percebendo que algumas ferramentas químicas estavam impactando negativamente no mesmo, já que o uso excessivo de fertilizantes e pesticidas sintéticos pode levar à degradação do solo, à poluição da água e ao declínio de organismos benéficos.


Desta forma, está sendo crescente o reconhecimento dos benefícios econômicos do manejo biológico, tanto dos formulados, quanto dos produzidos na própria fazenda (On Farm). Ao confiar em processos e organismos naturais, os agricultores, além de reduzirem seus custos com insumos, melhorarem a fertilidade do solo e aumentarem a produtividade, podem fazer um manejo preventivo das pragas em suas lavouras, o que não é possível com os insumos químicos. Com isso, o manejo biológico torna-se uma opção econômica e sustentável para os produtores rurais. Além disso, o uso de bioinsumos reduz o risco de exposição do trabalhador a produtos químicos que são nocivos à saúde, tornando também, desta forma, os alimentos mais seguros para o consumo.


Na escolha entre os biológicos formulados e o produzir na fazenda, vai muito do perfil de cada produtor, pois há aqueles que o foco é somente a lavoura e vão preferir a tranquilidade de adquirir um produto de qualidade já pronto e ter o resultado que se espera, e terá aqueles que irão preferir investir numa boa estrutura, num bom profissional, para multiplicar os biológicos na sua propriedade, pois para estes é expressiva a redução de custos.


A escolha entre biológicos formulados e o produzir na fazenda varia muito de acordo com o perfil de cada produtor. Existem os que levam em consideração somente as lavouras, preferindo a aquisição de um produto de qualidade já pronto e que atenderá ao resultado esperado; enquanto que outros irão preferir investir em uma boa estrutura e em profissionais qualificados, visando multiplicar os biológicos na propriedade e reduzir expressivamente os custos.


No entanto, o desafio do produtor rural para incorporar o uso de ferramentas biológicas em seus sistemas de produção se relaciona mais com uma mudança de olhar, de uma quebra de paradigmas, do que pela “limitação” de tecnologias. É preciso enxergar que o solo está vivo e que quanto mais o produtor atuar na sua fazenda, melhor ele estará nos próximos anos, sendo imprescindível a necessidade de ter um profissional capacitado ao seu lado, para estar-lhe auxiliando nesse processo.



A FAU oferece diversas soluções na área de Produção Agropecuária relacionadas ao manejo biológico e à produção e utilização de bioinsumos on farm. Entre em contato para maiores informações e orçamentos.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page